• Av. João Osvaldo Leiva, 453, Novo Centro, Taquarituba - SP - CEP 18740-000
  • Taquarituba - SP
  • 0800 575 4444

Como aumentar a imunidade

O sistema imunológico é responsável por combater vírus e bactérias, protegendo o organismo de infecções. É comum utilizar a expressão “imunidade baixa”, para dizer que o sistema de defesa está fraco, portanto, suscetível a infecções. Por isso, é extremamente importante manter a “imunidade alta”, que pode ser feito através da alimentação e do consumo de suplementos, caso necessário.


O que é imunidade?

O sistema imune, é imprescindível para o combate de microrganismos invasores, impedindo o desenvolvimento de doenças. Essa defesa natural do organismo é formada por dois grupos de células, os linfócitos e os macrófagos:

Linfócitos são células presentes no sangue, podendo ser:

Linfócitos B:  que produzem anticorpos.

Linfócitos T:  que são responsáveis pela destruição de células doentes, infectadas ou estranhas ao organismo. 

Macrófagos regulam a resposta imune, são as primeiras células a percebem os invasores indesejados. 


Imunidade Baixa – Como aumentar?

Diante da pandemia de Coronavírus, surgiu o questionamento frequente a respeito da imunidade e como melhorá-la. É importante lembrar que a imunidade é construída por um processo, em conjunto de hábitos saudáveis, como: ter uma alimentação equilibrada, dormir de 7 a 8 horas por noite e praticar atividades físicas


O que diminui a imunidade?

imunidade é diretamente afetada pelo nosso estilo de vida, se a sua rotina inclui alguns dos fatores abaixo, é bem provável que sua imunidade esteja baixa.

  • Alimentação rica  rica em doces, frituras e alimentos ultra processados (bolachas recheadas, salgadinhos, por exemplo)
  • Dormir poucas horas
  • Sedentarismo

Mas não são apenas esses fatores que influenciam sua imunidade, confira alguns outros:

Medicamentos corticoides podem enfraquecer a imunidade: são frequentemente ingeridos em crises alérgicas. A farmacêutica bioquímica Juliana Fleck, deu uma entrevista para o site Minha Vida, alegando que, a função desses medicamentos a fim de aliviar os sintomas é justamente inibir os mecanismos de defesa do organismo, como consequência, a queda da imunidade.

Tensão pré-menstrual (TPM): a variação hormonal durante a TPM pode afetar o seu sistema imune e deixá-lo mais vulnerável. 

Consumo de álcool: o consumo exagerado pode suprimir a imunidade, já que nosso organismo tenta, em vão, metabolizar o excesso de álcool. 

Estresse: o estresse excessivo pode aumentar a produção de radicais livres, comprometendo a imunidade.

Carência de vitaminas: A diminuição no consumo de frutas, legumes e verduras, podem gerar deficiência de vitaminas e minerais, que tem grande importância


Como aumentar a imunidade naturalmente?

Após o diagnóstico e tratamento, se houver necessidade, a inclusão de alguns alimentos e suplementos alimentares, podem ajudar a aumentar e manter o bom funcionamento do sistema imune.

Inclua no seu cardápio alguns alimentos como;

Frutas cítricas:  frutas como laranja, limão, acerola e hortaliças como brócolis, pimentão amarelo e couve tem uma alta concentração de vitamina C, um importante antioxidante capaz de aumentar a resistência do organismo e diminuir o número de radicais livres.

Vegetais verdes escuros:  esses auxiliam na formação de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo, podem ser encontrados em alimentos como brócolis, feijão, couve e espinafre. Além de serem ricos em ácido fólico.

Gengibre:  o gengibre auxilia nas defesas do organismo e é rico em vitamina C, B6 e tem ação bactericida. 

Própolis:  tem capacidade de alterar e regular o sistema imune e aumentar a produção de citocinas.

Óleo de coco:  o óleo de coco apresenta propriedade de modulação do sistema imune, através dos ácidos láurico e cáprico, agindo contra vírus, bactérias e fungos. 

Alimentos de origem animal como peixes, carnes e leite:  alimentos que fornecem vitamina D são importantes, já que essa vitamina apresenta efeitos imunomoduladores nas células do sistema imune. 

Vale ressaltar que a exposição solar é a principal fonte de vitamina D, cerca de 80% da vitamina é obtida dessa maneira. Faça essa exposição 20 minutos por dia antes das 10 horas da manhã e depois das 16 horas da tarde. Quando não for possível, verifique a possibilidade da suplementação com seu nutricionista ou médico.

Glutamina:  atua na melhora o sistema imunológico, prevenindo infecções por ser o principal alimento de diversas células do sistema imunológico.


Vitaminas que podem aumentar a imunidade

Muitos nutrientes podem contribuir para o aumento da imunidade, como:

  • Zinco:  Repara tecidos e cicatriza ferimentos.
  • Glutamina:  Fonte de energia para as células de defesa do organismo e antioxidante.
  • Vitamina C:  Aumenta a quantidade de células de defesa, consequentemente prevenindo infecções.
  • Vitamina A:  Ação anti-inflamatória.
  • Vitamina B6:  atua na produção das células de defesa.
  • Vitamina D: exerce ação nas células de defesa, ajudando a prevenir doenças.
  • Selênio:  Antioxidante e anti-inflamatório.

Esses são alguns dos nutrientes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico. É importante lembrar, que não são os nutrientes isolados que fortalecem nossa imunidade, e sim o equilíbrio de todos os nutrientes, dando atenção especial aos citados.


Referências:

https://www.asbran.org.br/noticias/cfn-emite-nota-sobre-pandemia-do-novo-coronavirus-e-faz-alerta

http://www.rbm.org.br/details/113/pt-BR/consideracoes-atuais-sobre-a-vitamina-d

http://mds.gov.br/caisan-mds/noticias/2017/dezembro/alimentacao-adequada-e-saudavel-aumenta-a-imunidade-e-pode-prevenir-doencas

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*